ZONA PREVIAMENTE DEMARCADA EMBORA NÃO SE LHE CONHEÇAM OS SEUS LIMITES
PISTA DE DIMENSÕES DESCONHECIDAS NA QUAL OS SEUS INTERVENIENTES POSSUEM UMA FUNÇÃO EMBORA NÃO ESTEJA ESCLARECIDO SE SE ENCONTRAM NO ACTIVO OU COM PEQUENAS REMINISCÊNCIAS DE FUNÇÕES ANTERIORES

JULES LÉOTARD: The Flying Man

litografia d Fichot • Cirque Napoléon (Cirque d´Hiver)

ESPLÊNDIDA FAÇANHA ACROBÁTICA

Uma extraordinária performance atrai multidões todas as noites ao Cirque Napoléon, assim descreve o Galignani.

3 trapézios (peças de madeira com 5 pés de comprimento, suspensas por cordas amarradas às suas extremidades) foram pendurados a partir do tecto do circo, um ao centro e os outros dois distando 40 pés para cada lado.
Um jovem, de nome Jules Léotard, sobe a uma pequena plataforma expressamente idealizada para si, colocada acima dos músicos, sobre a entrada que dá passagem aos cavalos. O trapézio mais próximo, é colocado em movimento, apanha-o como se voasse e nele se balança suavemente agarrando-o com as duas mãos. Assim se percipita para o espaço.

Após voos que alcançam a extensão máxima das cordas, recua até se apear a salvo no sítio onde começara.
Fá-lo 2 ou 3 vezes para mostrar que apenas se exercita, e novamente se lança no ar, mas desta vez não regressa como anteriormente; espera com o trapézio, alcançar o ponto mais distante, para subitamente largar o seu domínio e surgir mais à frente pelo ímpeto de alcançar o 2º trapézio, que agora o transporta na direcção de todo o comprimento da corda, larga-o e voa para o 3º, dele se apeia numa outra plataforma colocada em lugar oposto à que iniciara a sua actuação (...) e decididamente solta as duas mãos rodopiando no ar (...) De novo na plataforma inicial, lança-se para a frente e segura o trapézio com as mãos, larga-o no que parece ser o fim da sua actuação para se lançar num mortal aéreo, agarra-se ao 2º trapézio como se dele descesse!

Como é que cérebro, visão e músculos respondem a cada um destes movimentos!
Segundo a peculiar descrição, esta será uma das mais extraordinárias actuações alguma vez presenciadas.


New York Times • 5 dez 1859